Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais
granulometria

Granulometria: entenda mais sobre esse processo de moagem do café

Se você é um cafequizado, com certeza sabe que para preparar um cafezinho que ofereça uma sensação única a cada gole é preciso avaliar diversos fatores do grão. É aqui que entra a importância da granulometria de moagem do café, que é responsável por proporcionar ainda mais sabor à bebida.

Pensando nisso, a Coffee ++ preparou algumas informações sobre o que é a granulometria, para que ela serve e como ela pode influenciar no sabor do seu cafezinho. Confira todas essas informações a seguir!

Conheça a granulometria

Afinal, o que é granulometria? Granulometria nada mais é do que a espessura do pó que é definida por meio da moagem. Nesse caso, ela pode ser fina, média ou grossa. Qualquer um dos tipos influencia diretamente no preparo e sabor do café. A medida geralmente é adotada por baristas para definir o nível de moedura do grão.

Para que você entenda na prática como a granulometria funciona, imagine que tem duas opções de café: uma com o fruto sem torrar e outra em pó. Qual passaria mais rápido pelo filtro de café? A em pó, certo? Por isso, a granulometria pode influenciar diretamente no sabor do seu café.

Para que serve a granulometria

O método afeta diretamente a moagem, por isso, a granulometria do café pode ter tamanhos e texturas diferentes de acordo com o tipo de bebida que será preparada. Além disso, a técnica determina a intensidade da bebida, já que a extração do café acontece pelo contato do pó com a água.

Dessa forma, é necessário que se tenha uma granulometria específica para que a extração seja ideal. Por exemplo, quando o café é preparado usando o filtro de papel ou o de pano, em geral, a recomendação é de que a moagem seja média. Isso porque a moagem fina pode acabar deixando a bebida muito forte e amarga.

Veja alguns tipos de granulometria

granulometria

A tabela granulométrica do café define que ele pode variar entre o pulverizado e o grosso. Geralmente, essa atividade é feita com a ajuda de um moinho, que deve fazer a moagem exata desejada. Isso porque a forma como os grãos são moídos afetará o corpo, a acidez e o aroma do café.

Por isso, é importante fazer um teste granulométrico em sua máquina para encontrar a forma que mais se encaixa no seu gosto. Assim, você irá encontrar a forma ideal para cada preparo do cafezinho.

Pulverizada

A moagem pulverizada ou extrafina é um tipo muito específico. Isso porque essa forma é mais usada no preparo do café turco. Nesse caso, o pó é misturado diretamente à água com o açúcar em um recipiente. Dessa forma, é necessário que o café esteja extremamente fino para que ele seja diluído na água.

Fina

Entre os tipos de classificação granulométrica, a fina é a mais conhecida. Isso porque essa medida é usada no típico café com filtro, um dos métodos mais usado no país. Além disso, essa forma do pó também é ideal para fazer a bebida em grandes quantidades, como é o caso do preparo em garrafas térmicas.

Nessa classificação, o grão faz com que a água passe mais lentamente, fazendo com que o tempo de contato entre o café e a água seja maior. Assim, o aroma e sabor do cafezinho ficam na medida certa.

Média

Já a moagem média é muito indicada para o preparo do café espresso. Nessa receita, a água quente fica em contato com o grão por cerca de três minutos. Tempo suficiente para que todas as notas sensoriais do grãos sejam transferidas para a bebida.

Grossa

Agora, se você gosta de um café italiano feito nas cafeteiras moka, a moagem grossa é a mais indicada. Aqui, os grãos ficam com uma espessura bem grande, quase como flocos de aveia. Por isso, é possível fazer um café bem mais forte do que o convencional.

Outros exemplos de cafeteiras que precisam desse tipo de moagem são: pistão, prensa francesa e a nacional pressca. Nesses casos, a moagem precisa ser mais grossa para que o êmbolo seja manuseado com mais facilidade.

Peneira granulométrica: o que é e para que serve

Se você é um cafequizado que não dispensa um café feito com o grão na moagem ideal, uma boa alternativa é a peneira granulométrica. Com ela, você pode classificar e determinar facilmente a granulometria do seu café e fazer receita de acordo com cada tipo de moagem.

Conheça os cafés especiais da Coffee ++

Agora que você já sabe o que é a granulometria e qual é a importância desse método, que tal usar esses processo em cafés superespeciais da Coffee ++? Em nosso site, você encontra opções 100% arábicas, disponíveis em vários formatos: grãos, moído, cápsula e drip coffee.

Aproveite e conheça o melhor clube de cafequizados do país. Participando, você tem acesso a descontos exclusivos, frete grátis a partir de determinado valor e acesso aos nossos lançamentos. Já pensou em degustar um café com notas variadas de acidez e sabor todos os dias?