Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais
café descafeinado

Café descafeinado é igual ao tradicional? Conheça mais sobre ele

Você já experimentou o café descafeinado? Como o nome sugere, ele nada mais é do que uma bebida com pouquíssima cafeína, apenas 3%. Ele é recomendado para quem possui problemas de saúde com cafeína, como o aumento da ansiedade, mas não quer abrir mão daquele gostinho que tanto conhecemos.

Algumas pessoas com restrição alimentar preferem preferem esse tipo de café, assim deixando a experiência mais suave, provocando uma sensação de bem-estar. Ele possui benefícios parecidos com o do café tradicional, sendo uma alternativa para quem quer desviar dos seus efeitos colaterais.

Benefícios do café descafeinado

Quando se trata dos benefícios, logo vem a pergunta: afinal, café descafeinado tira o sono? E a resposta é não! Uma xícara de café tradicional conta com 70 mg a 140 mg de cafeína, enquanto o descafeinado tem somente 3 mg. Por causa dessa quantidade reduzida, ele acaba não afetando o sono.

Ele ainda é responsável por diminuir em 7% o risco de diabetes tipo 2. Isso acontece devido à presença de magnésio, cromo e outros minerais. Além disso, reduz o risco de doenças no fígado e até mesmo de câncer, devido ao número menor de enzimas hepáticas.

Quer mais benefícios? O café sem cafeína também ajuda na digestão e fortalece o sistema neurológico, criando uma camada protetora em volta dos neurônios, prevenindo as chances de aparecimento de Alzheimer e Parkinson. O consumo moderado também auxilia no controle da diabetes, já que é adoçado no pé e não necessita de açúcar.

Como é feito o café descafeinado?

café descafeinado

O processo do café descafeinado em grãos é mais simples do que aparenta, porém, bastante demorado. Ele é feito em três etapas, sendo a primeira delas colocar os grãos em extratores que comportam 70 sacas de 60 kg de café, onde vão ser molhados e depois aquecidos, o que leva em torno de duas horas e meia.

Em seguida, a mágica acontece! Os grãos entram em contato com um produto químico que é responsável por extrair a cafeína. Esse procedimento leva cerca de 15 horas. Feito isso, o solvente é retirado para que o café seja seco.

Para finalizar, a terceira etapa é responsável pela secagem, com o grão bastante úmido (por volta de 70% de umidade). Ele entra em contato com ar quente, de 50 a 70 ºC, durante 12 horas. A temperatura precisa sempre estar controlada para que, no final, o café tenha somente 12% de umidade. No total, toda a descafeinação leva, em média, de 30 a 36 horas.

A partir disso, ele vai se tornar matéria-prima para outros processos, que podem torná-lo pó de café descafeinado, por exemplo. É interessante notar que o grão fica mais escurinho, podendo até ser confundido com café torrado. Mas não se engane, ele ainda precisa passar pelo processo de torrefação!

Outros métodos de descafeinação

O método sueco também é bastante popular. Ele não utiliza solventes e foi criado lá em 1930. O curioso é que somente depois de quase 50 anos ele começou a ser usado comercialmente. Ele consiste em deixar os grãos de molho na água, para então serem coados através de um carvão que capta a cafeína.

Já o método com dióxido de carbono é menos trabalhoso, porém mais caro. Ele se resume em inserir e selar os grãos em um extrator para que entrem em contato com jatos de gás carbônico. A alta pressão é responsável por extrair a cafeína, deixando-a em uma câmara separada.

O café descafeinado dá energia?

Depois de entender um pouco mais sobre alguns dos processos de descafeinação, resta a dúvida: vale a pena investir nesse tipo de café? Antes de mais nada, tendo em vista o contato com substâncias químicas, é preciso deixar claro que ele sofrerá alterações.

As principais permanecem: antioxidantes, sais minerais, vitaminas e aminoácidos. Então, sim! O café descafeinado dá energia, mas de uma forma mais controlada e sem a potência sensorial que o café especial pode entregar. A ingestão de duas xícaras é considerada saudável por especialistas, ainda mais para quem tem algum problema com cafeína e aprecia aquele gostinho especial de café.

A discussão entre café descafeinado ser melhor que o tradicional é sempre pontuada, mas não se engane, pois o sabor é o mesmo! O importante é experimentar e descobrir qual o seu preferido. Se você for um grande #cafequizado, a recomendação é beber o comum durante o dia e, à noite, o descafeinado. Assim, seu sono não será comprometido.

Aqui, na Coffee ++, você encontra cafés 100% arábica, que já contam com menos cafeína e garantem mais sabor e doçura sem qualquer aditivo ou açúcar na composição. Nós disponibilizamos produtos feitos por quem nasceu debaixo do pé de café em diferentes versões: drip coffee, cápsula, moído ou em grãos. Confira!