Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais
imagem de um café fraco em uma mesa de cafeteria

As maravilhas sobre o café fraco

De modo geral, o paladar brasileiro se acostumou a achar que café forte é sinônimo de qualidade. Temos até um apelido curioso quando a bebida fica mais clarinha: chafé. Porém, você sabia que, na verdade, o café fraco pode ser mais especial? Neste texto, vamos explicar por quê.

A cor e a qualidade do grão

Como todo fruto, o café exige uma série de cuidados na hora do plantio e da colheita. Afinal, entre os grãos colhidos, sempre há alguns defeituosos, verdes, ardidos ou mesmo carregados de impurezas das plantas, gravetos ou cascas. Tudo isso é natural em qualquer agricultura.

A questão é que, no caso do café, o processo que começa na colheita, passa pela secagem e pelo beneficiamento até chegar à torra nem sempre preserva a qualidade dos frutos colhidos. Estamos acostumados a associar o café extraforte e preto dos supermercados à maior qualidade, mas não é bem assim.

Café especial é mais claro

Às vezes, a cor do café muito escura pode significar que ele passou por uma torra mais forte para esconder justamente a imperfeição dos grãos. Ao contrário de outras frutas, a indústria aproveita aquelas que não estão tão perfeitas. Elas são torradas, moídas e vendidas para serem consumidas a preços populares.

Então, o primeiro ponto que precisamos entender sobre café fraco é que ele pode representar simplesmente um café mais especial, com uma rigorosa seleção de grãos mais claros e torrados por menos tempo. A bebida tem uma aparência mais clara e límpida com um sabor menos amargo que, muitas vezes, dispensa o açúcar.

Torra escura, café intenso

imagem de um homem se deliciando com um café fraco em cafeteria

Quando estamos acostumados a um sabor forte e amargo, muitas vezes, é difícil apreciarmos um café fraco. Por isso, é importante entender que mesmo os produtos especiais podem ter um sabor mais intenso. Isso varia conforme a classificação do café em relação ao nível da torra, que pode ser clara, média ou escura.

Na torra clara, o café fica com alta acidez, aroma sutil, doçura e corpo moderados. Na torra média, a acidez é equilibrada e o aroma, o corpo e a doçura ficam mais acentuados. Já na torra escura, há redução da acidez e do corpo, enquanto o aroma fica mais forte, com notas mais amargas.

Mesmo quando a torra é clara e o café tende a ficar com uma cor mais avermelhada, o que para grande parte das pessoas significa um café fraco, a bebida não fica aguada nem sem sabor. Pelo contrário, é um café de grande qualidade, com corpo e aroma diferenciados.

Moagem e tipos de cafeteiras

Outros dois fatores que interferem na cor e no corpo do café são o tipo de moagem do grão e o tipo de cafeteira utilizada para preparar a bebida. Quanto mais fina for a moagem, menores ficam os grãos e maior é a exposição do pó na água. Isso deixa o café mais escuro e encorpado. Já se a moagem for grossa, os grãos ficam maiores enquanto as bebidas, mais claras e leves.

Em relação às cafeteiras, aquelas que deixam o café mais tempo em contato com a água produzem bebidas mais escuras e encorpadas, como as francesas e italianas. Quando elas usam filtros de papel, as bebidas normalmente ficam mais claras.

O curioso café carioca

Quando falamos em café fraco, não podemos deixar de mencionar o famoso café carioca. Apesar do nome, essa variação surgiu nos Estados Unidos, onde a preferência da população é uma bebida mais suave. Por isso, ele também é conhecido como café americano.

O café carioca é uma excelente dica sobre como fazer um café fraco e saboroso. É a versão mais pedida em cafeterias por quem tem intolerância ao amargo da bebida, mas adora uma dose de cafeína no corpo.

Como preparar o café carioca

Prepare um café espresso, pode ser coado ou na cafeteira. Ao mesmo tempo, ferva um pouco de água à parte e deixe esfriar por dois minutos. Coloque de 20 a 30 mL de espresso em uma xícara e complete com mais 15 mL da água quente.

A quantidade de espresso vai depender de quão fraco você quer seu café. O espresso precisa estar encorpado, para o gosto final não ficar aguado. Uma dica importante: se for adoçar a bebida, faça isso antes de acrescentar a água quente.

Café especial é na Coffee ++

Quando falamos de café comum, bastam poucas colheres de sopa do pó para preparar um litro. Já quando o assunto é café de grãos especiais da Coffee ++, o ideal é usar cerca de 15 g de pó (uma colher de sopa cheia) para cada 150 mL de água.

Essa é a medida certa de um bom café fraco. Se você o prefere mais forte, aumente a quantidade de pó. Porém, lembre-se: forte ou fraco, nada se compara a uma bebida feita com grãos selecionados.

Na Coffee ++, você encontra opções de café moído 100% arábica, com variadas notas, a partir de 250 g. Nosso café possui mais doçura e sabor, sem aditivos na composição. O doce vem da natureza, sendo potencializado durante a produção e a torra, que não queima os grãos e mantém as propriedades saudáveis do café.