Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais

Qual o melhor café produzido no mundo?

Qual o melhor café produzido no mundo? Nesse sentido, para você, a qualidade dos grãos especiais está restrita à produção África? Ou você acredita que é apenas na América Central que nasce os principais cafés especiais? Mas você já pensou sobre a potência dos cafés brasileiros? Por mais que muitas pessoas ainda não saibam, os grãos nacionais estão entre os mais saborosos do mundo. Portanto, pegue o seu café, leia este texto e celebre a potência do Brasil.

Benefícios de tomar café
Qual o melhor café produzido no mundo

Primeiramente, entenda o privilégio de ser filho dessa terra. Até porque tomar grãos que o mundo admira bem no “quintal de casa” é algo que muita gente pelo mundo gostaria. Finalmente, o brasileiro entendeu a importância disso e realizou o movimento de valorização da terra. Portanto, depois de todo esse movimento, o brasileiro foi promovido e preparado para tomar café especial.

Dessa forma, conhecer o mundo do café especial se tornou uma relação afetiva para muitas pessoas. Isso porque, esse mundo tem conexão com a trajetória de muita gente. Por isso, o perfume de cafés é o guia para muita gente e lembrança da casa de avó.

Além disso, os cafés brasileiros se tornaram campeões e conquistaram êxito. Tudo isso, com atuações premiadas em concursos internacionais em todo mundo. Sem dúvida, esse movimento apenas comprovou o tamanho do trabalho do produtor brasileiro.

As relações guiadas pelo café especial

Inegavelmente, a relação do produtor de café especial é de amor. Café é conexão. Projeções para novas relações. Isso como ligações de amizades consistentes. Inclusive, é provável que você tem uma relação afetiva com café. Lembrou-se de coisa e soltou o sorriso aí?

A capacidade do café especial de conectar é surpreendente. Esse mundo ]gapresenta pessoas legais. Portanto, café especial é pensar especial e fazer especial. Com isso, concursos mundiais trazem respaldo. E a “fila” de compradores gringos que buscam a potência das lavouras brasileiras mostra isso.

Record brasileiro de sacas de café

Esse movimento chega ligado à excelência dos cafés brasileiros. Além de qualidade, o volume de produção nacional é destaque no mundo. Conforme os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a produção de café chegou a 63,08 milhões. Esse número mostra o recorde da colheita de 2020, que foi a maior da história.

O Norte de Minas e a produção dos melhores cafés do mundo

Mas não só de volume vive as lavouras do Brasil. Já que melhor café produzido no mundo saiu da Fazenda Primavera. Ficou curioso? O café que brotou nas terras da Fazenda Primavera ganhou o mundo e o Cup of Excellence.

Tudo isso com explosão de sabores. Muito pelo trabalho do produtor brasileiro que é duro, bonito e premiado. Afinal, foi do Brasil que saiu o campeão mundial do Cup of Excellence de 2018.

A propriedade localizada na região da Chapada de Minas, na cidade de Angelândia, levou para o Cup o café mais valioso do mundo. Aliás, não há exageros nessa afirmação. Já que processos de pós-colheita impecáveis potenciaram a variedade que se tornou a bebida da família imperial japonesa.

Na Chapada de Minas produz o melhor café do mundo

Isso ocorreu durante o Cup of Excellence 2018. Logo após o processo de seleção os jurados escolhem os 30 melhores cafés especiais. Todos eles com pontuação acima de 87 e escolhidos pelo Júri Internacional. Cada café é degustado no mínimo cinco vezes por pessoas diferentes.

Esse campeonato é um dos mais respeitados do planeta. Principalmente, pelo foco do prêmio que é destacar o trabalho do produtor. Afinal, potencializar as experiências dos frutos é busca de quem pensa especial. Além disso trabalho duro e estratégia

O melhor café produzido no mundo e a chegada ao Brasil

No Brasil, o café chegou em 1721 no Pará. No entanto, não demorou para o Brasil se tornar o maior produtor do planeta. A safra de 2020 deixou claro isso. A produção do último ano passou de 60 milhões de sacas. Essa é uma colheita recorde. Dado colhidos com levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento.

Produção brasileira de café especial

No Brasil, o movimento dedicado à qualidade e força potencializam os cafés. Ou seja, com a eficiência dos métodos de pós-colheita, por exemplo, as bebidas ganharam novas experiências. Além disso, a qualidade de produção potencializa os grãos. Nesse contexto, a estratégia dos produtores é usada para potencializar as experiências sensoriais do café.

Nesse contexto, a Fazenda Primavera é um ótimo exemplo. A propriedade localizada na região da Chapada de Minas. Angelândia (em Minas Gerais), a fazenda mostrou qual o melhor café do mundo para os jurados gringos do Cup of Excellence.

O sucesso brasileiro no Cup of Excellence

Logo após o processo de seleção são escolhidos os 30 melhores cafés especiais. Ele têm pontuação acima de 87 pelo Júri Internacional da Cup of Excellence. Por fim, os cafés são degustados no mínimo cinco vezes diferentes.

O campeonato é um dos mais respeitados do planeta. Pois o foco premiar a dedicação aos grãos. Afinal, para potencializar os frutos colhidos na lavoura é preciso pensamento especial. Visto que é muito trabalho duro.

A Copa do Mundo do café

Para ilustrar a dimensão do Cup of Excellence pense na Copa do Mundo. Isso pela transparência no setor do café. Portanto atestar a referência em atestar a qualidade do café. Além do reconhecimento de todo o trabalho realizado. Os cafés vencedores do COE são enviados para a Alliance for Coffee Excellence (ACE), um leilão on-line.

Qual o melhor café do mundo?

O café da Fazenda Primavera campeão em 2018 chegou a 92,15 pontos. A saca campeã da Fazenda Primavera foi leiloada por US$ 18.916. Sendo que isso equivale a R$ 73 mil. Para ilustrar, esse é o preço mais alto pago por um café cultivado no Brasil.

Por isso, em relação à pergunta sobre qual o melhor café produzido do mundo, o Brasil tem destaque. Seja como for, o respaldo vem de regras internacionais. Por isso é correto falar que o Brasil está entre os cafés de qualidade do mundo.

Geisha: um dos mais valiosos cafés do mundo

Apesar da fama recente em terras brasileiras a história da planta é antiga. Datada em 1931, na Região Sul da Etiópia, África. Porém, o protagonismo demorou para ganhar os holofotes merecidos. Essa variedade ganhou o mundo e o título do Cup. O café Geisha tem baixa produtividade, mas ganhou popularidade depois que foi produzido no Panamá e entregou explosão de sabores.

A fama do café Geisha

Foi depois da ousadia de um produtor das altas montanhas do Panamá que a variedade ganhou fama, pois em 2004 que as produções ganharam “corpo”. Assim, elas começaram a conquistar o respeito de especialistas. Já que as pontuações elevadíssimas em concursos chamaram a atenção do planeta. 

A fama do café especial Geisha

De lá para cá, Francisco Serracín (mais conhecido como Don Pachi) iniciou a construção de um império. Se acaso, bem consolidado. Já que rende exportação para mais de 27 destinos diferentes. Pois esse império, aliás, faz morada entre os criteriosos membros da família real japonesa. Família esta que elegeu o grão como a bebida oficial do palácio.

Portabto o status premiado chega com respaldo. Ela foi muito bem trabalhada na Fazenda Primavera e pós-colheita com excelência. A Fazenda Primavera conta com 1.036 hectares de extensão, alé, de uma produção que equivale a 500 litros de café. 

Na Fazenda Primavera, o melhor café do mundo

O Geisha conta com processo cuidado cauteloso nos mínimos detalhes. Em primeiro lugar, a atenção se inicia na colheita seletiva. Em seguida, ocorre a secagem em terreiro suspenso e vai até o armazenamento separado em microlotes.

A colheita é realizada manualmente por mulheres. Com a finalidade de exaltar a colheita, elas catam a alegria de colher os frutos quando ele chega à maturação. Ou seja, quando se tornaum cereja maduro. Assim, o café é processado no método natural. 

Logo depois, o café é colocado em tanques de fermentação. Em seguida, levado para terreiros suspensos. Logo após a secagem, que demora 20 dias. O café é armazenado em casca para descansar até a competição, pois assim as propriedades serão conservadas. 

O café especial brasileiro está entre os melhores cafés do mundo

Dessa forma e com muito trabalho o melhor café do mundo. Cuidado, dedicação e pensamento especial. Foi assim que o brasileiro entendeu a potência dos grãos da nossa terra. Pois isso esse movimento endossa para todo o mundo o potencial dos cafés brasileiros.