Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais
Pedro Brás é o Q Grader da Coffee++: profissional especialista em café

O profissional especialista em café. Conheça!

O profissional especialista em café é um importante ponto da cadeia produtiva do setor. Mas ele trabalha em sintonia com muita gente especial a fim de potencializar os grãos. Até porque, café é conexão e união de muitas mãos. Afinal, as funções que movimentam a economia são inúmeras e integrativas. E os números de empregos que nascem com o café provam isso.

De acordo com os dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento a cadeia produtiva do café gera mais de 8 milhões de empregos. Ou seja, as lavouras brasileiras são fonte de geração de renda e qualidade de vida para os brasileiros.

Os empregos na cadeia produtiva do café

Na cadeia produtiva do café, cada pessoa é fundamental. Uma vez que tudo se inicia com os insumos para os pés de café, antes mesmo do plantio. Mas termina só quando o café chega à xícara.

Portanto, para que o café especial chegue até a xícara é um trabalho ritmado entre muitas funções: tratorista, mecânico, cozinheiro, motorista, trabalhador rural, engenheiro agrônomo, técnico agrícola, Q-grader, entre outras.

Você sabe o que é um Q-grader?

O Q-grader é o profissional especialista em café. Já que a avaliação de qualidade dos grãos arábicas é conduzida justamente por por ele a partir de certificado mundial da Specialty Coffee Association (SCA).

O profissional especialista em café e a qualidade

O Q-grader é um “avaliador de qualidade” de cafés arábicas. Isto é, ele é o responsável por potencializar as qualidades dos grãos de café especial. 

Ele é um amante do mundo do café. Já que a busca pelos perfumes naturais e pelas notas sensoriais são parte da sua missão. Mas essa tarefa não é simples. Por isso, para se tornar oficialmente Q-Grader é preciso muita dedicação. Veja a seguir.

Como potencializar os grãos especiais?

O Q-Grader acompanha a qualidade do café especial arábica. Assim como há o sommelier para vinhos, o Q-Grader existe no café especial. 

Ele sabe como o cuidado com o cultivo de grãos especiais é fundamental para potencializar a qualidade dos mesmos. O Q-grader recebe as amostras de café verde e faz a qualificação dos grãos. Esse profissional especialista em café sabe do plantio, cultivo e origem, além de ter qualificações extras para a avaliação final da bebida.

O trabalho do profissional especialista em café

A avaliação da SCA é mundial. Por isso, a técnica de qualificação dos grãos arábicas é similar em todo o planeta. Para se tornar um Q-grader, a caminhada passa por toda a cadeia produtiva.

Amar o café especial é pré-requisito para quem deseja se tornar um profissional especialista em café. Até porque, a dedicação ao aprendizado é intensa até chegar à certificação de Q-grader. Mas vale a pena?

Como se tornar um profissional especialista em café?

Como o Leo Montesanto (um dos fundadores da Coffee ++) diz, “tudo é feito das pessoas certas, no lugar certo”. Então, aos profissionais que queiram se tornar especialistas em café, é importante dedicação, além de força de vontade para aprender. E, consequentemente, as oportunidades surgem.

Quais as oportunidades para um profissional especialista em café?

No mercado de trabalho, o Q-grader pode atuar em cafeterias e indústrias, a fim de atestar a qualidade dos grãos.

Além disso, esse profissional tem espaço nas fazendas maiores, com foco na qualidade dos grãos. Já que ele está atento aos processos, bem como em cada etapa dos grãos de café arábica até a exportação.

Por isso, a busca por conhecimento é constante. Afinal, tudo no mundo do café é bastante criterioso. Dessa forma, cada informação é importante para a construção desse profissional: origem de cada grão, processos, colheita, torra e harmonizações.

Comunicação entre profissionais especialistas em café

O programa Q-grader foi lançado oficialmente em 2004. O foco prioritário foi criar em todo mundo uma mesma linguagem entre os profissionais do café. Tudo isso, a  partir de opiniões consistentes e padronizadas. Como também criar sinergia entre a comunicação. Por exemplo, a mesma língua entre um produtor brasileiro e um comprador do Japão.

Como ocorre a certificação de um Q-grader?

Em resumo, a proposta de certificação de um Q-grader forma profissionais especialistas em café. Isso só é possível com uma imersão completa em um laboratório com instrutor certificado pela SCA. 

Assim, cada integrante vive experiências sensoriais na prática. A fim de credenciar os participantes em todos os níveis, o profissional aprende sobre análise olfativa e sensorial, ou seja, cheiros e gosto. Além disso, ele também é treinado a avaliar os grãos a partir de protocolos técnicos. 

Os desafios para se tornar especialista em café

Como já falamos aqui, a SCA considera o café especial a partir de 80 pontos. Contudo, a prática de mercado é que cafés tenham pontuações acima de 84. E assim sejam considerados especiais. 

Para conquistar a certificação são várias etapas. Entre elas, a pessoa passa por 22 testes! Estes incluem: degustação, avaliação sensorial, classificação do café verde, entre outros. Além disso, há uma prova escrita com 100 questões sobre o mundo do café.

Onde procurar certificação Q-grader?

No Brasil, a BSCA é a associação responsável pelo café especial brasileiro. A entidade é credenciada pela SCA e oferece cursos de Q-grader. As inscrições podem ser realizadas no site.

Após a conclusão do curso, o profissional pode avaliar os café em vários níveis: perfume, uniformidade na xícara, ausência de defeitos, doçura, sabor, corpo, finalização e equilíbrio. Tudo de acordo com as regras de pontuação da SCA e critérios de qualidade acordados em todo mundo. Neste vídeo contamos mais sobre cada uma dessas especificações.

O mercado para um Q-grader

Ficou interessado em se tornar um profissional especialista em café? O movimento de qualidade dos grãos brasileiros ganhou força na última década. Visto o número de exportação de grãos arábicas que chegou a 70% do total da safra recorde de 2020

O profissional especializado em café também é capacitado a estabelecer perfis de torra. Na Coffee ++, o profissional especialista em café e que acompanha todas as etapas do processo é o Pedro Brás. Ele é um dos fundadores da empresa, produtor e cresceu nas lavouras de café.

Pedro Brás

Em 2013, ele realizou a certificação pela SCA. Na lavoura, ele cuida de cada detalhe das plantações do Sítio Armadillo, que fica no paraíso das imediações do Parque Nacional da Canastra, em Minas Gerais.

Pedrinho é um apaixonado pelo mundo do café. Tanto que poucos segundos de conversa já valem por uma aula completa desse universo apaixonante.

Entre um café e outro, eu sempre tento pegar umas aulas com o nosso Q-grader. Até porque, ele sempre tira da caçamba uma história boa. Além dos melhores utensílios para preparar o melhor café do mundo. Conheça mais do Pedrinho aqui

Pedro Brás Q-Grader da Coffee++