Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais

Junção coletiva em prol do café

Em Dalle, na região de Sidama (Sul da Etiópia), a altitude começa em 1.200 metros de altura e, em alguns pontos, ela pode chegar a 3.200 metros de altura. Característica, meu caro leitor ou leitora, que sozinhas já ajudam muito em toda caminhada que elevam as explosões de sabores do café superespecial. 

Agora, imagina todo esse presente da natureza alinhado ao cultivo carinhoso de pequenas cooperativas focadas minuciosamente em cada etapa e em todos os processos de pós-colheita do café. É, assim, que a variedade Dalle surge na xícara, com sabores muito limpos e suculentos, além de uma sensação muito clara de damasco na boca e aromas de rosas brancas. 

Tudo com o cuidado de um povo que trabalha com o cultivo bem pertinho de casa e ainda conta com o apoio de sindicatos, que buscam potencializar todas as características dos grãos.

Um desses sindicatos fica na aldeia de Hunkute em que se ensina o produtor a podar, nutrir e estimular as plantas. Além disso, por lá existem duas estações de lavagem de café. A Hunkute 1 foi fundada há 10 anos e conta com quase 300 produtores na ativa e uma altitude de 1850. Enquanto a Hunkute 2 fica a 2150 metros de altitude e foi inaugurada há 5 anos e ajuda produtores vizinhos em todo processo produtivo do café.