Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais
café americano

Conheça o café americano e como preparar a receita

Qual é o seu jeito predileto de tomar café? As variações são inúmeras, eu sei, mas cada pessoa tem um método de preparo queridinho. É assim que surgem formas diferentes de tomar a popular bebida. Entre as possibilidades, o café americano ganhou a preferência de quem ama um expresso, mas prefere uma intensidade mais leve.

Em resumo, como fazer café americano é bem simples e consiste na mistura de café expresso e água. O formato não é o mais popular no Brasil, mas é um jeito saboroso de viver toda a experiência que circunda a xícara e pode ser feito em poucos minutos em casa.

A história conta que o surgimento desse método é antigo e ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial. Os pesquisadores afirmam que os soldados americanos colocavam água no café, com a finalidade de fazê-lo render mais e ficar mais leve.

O consumo de café nos Estados Unidos

O hábito de tomar muito café no país não ficou restrito aos desafios da guerra. Tanto é que os Estados Unidos ocupam há muitas décadas o posto de primeiro consumidor de café do mundo. Para se ter ideia, de acordo com o levantamento realizado pela National Coffee Data Trends (NCDT), sete em cada 10 americanos consomem café toda semana.

Sendo que 48% dos consumidores costumam tomar café em restaurantes, padarias, lojas de conveniência ou na companhia de um saboroso donuts. Além disso, a grande maioria da população é adepta aos processos de drive thru e prioriza o consumo de cafés especiais.

Aliás, esses números materializam o volume de café exportado do Brasil para solo americano. Isso porque o consumo no país é o maior do mundo e, consequentemente, as diversificações das bebidas são inúmeras.

Grãos superespeciais no café americano

O café americano é um bom exemplo desse cenário e é uma opção bem equilibrada, que agrada a boa parte dos paladares. Como se trata de um café mais levinho, geralmente, ele é servido em canecas maiores como ótima companhia para o dia a dia.

O modo de preparo não tem muitos segredos e a versão do café gelado também é bem simples de fazer. Contudo, a regra é atentar-se em relação à escolha dos grãos. Nesse caso, nada é mais indicado que os grãos superespeciais, com pontuações guiadas pela Specialty Coffee Association (SCA).

Na Coffee ++, todos os cafés são acima de 84 pontos e seguem as regras internacionais de avaliação da SCA. Além disso, eles são produzidos por campeões de qualidade do café e têm doçura natural. Desse modo, não necessitam de açúcar ou qualquer outro aditivo.

café americano

Café suave

No caso do preparo do café americano gelado, nossa dica são os grãos moídos na hora. Desse modo, é possível vivenciar todos os sabores e notas sensoriais presentes na xícara de um café superespecial.

Porém, tenha atenção: só é possível fazer um café americano doce com grãos especiais e naturalmente doces. Outro ponto relevante é a quantidade de água, pois o aspecto do café americano é naturalmente mais suave.

Contudo, não pense que se trata de uma bebida fraca e sem sabores evidentes. É muito pelo contrário. Na suavidade, é possível entender cada aspecto de notas sensoriais no paladar.

A grande diferença entre o café filtrado e o americano está no método. Então, o que é café americano? Essa bebida é feita a partir da adição de água quente ao café expresso. Entretanto, não há consenso sobre a quantidade de água usada no preparo.

Como fazer o café americano?

Mais uma vez, o principal ponto é entender a individualidade de cada paladar para saber como fazer café americano, medidas e formatos. Algumas pessoas gostam de 1/2, ou seja, a cada medida de uma medida padrão de café há a adição de duas medidas de água quente.

Entretanto, para quem prefere o expresso “curto”, a solução é optar pela proporção de 1/1 — a cada dose de café uma de água é colocada. Não existe um padrão, pois tudo depende do café expresso servido. Inclusive, a grande maioria dos baristas acredita que o expresso é o mais desafiador de ser preparado. Ficou interessado? A sugestão é o café em cápsulas compatíveis de Nespresso.

O café americano com mel é maravilhoso para quem ama sabor, já que traz um equilíbrio maravilhoso de gostos. Além disso, o preparo pode ser feito em casa, sem máquinas ou equipamentos profissionais. Prepare 65 ml de café espresso e adicione a mesma quantidade de água quente. Em seguida, coloque uma colher de sopa de mel e sirva.

O café especial do Cerrado Mineiro é uma excelente opção para a harmonização, já que as notas dos grãos têm aspectos sensoriais de doce de marmelo e rapadura. Hummm! Que tal experimentar?