Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais
café causa gastrite

Café causa gastrite? Saiba qual a bebida pode evitar dores

Em tempos de rotina acelerada e alto nível de estresse, o estômago torna-se um dos órgãos mais sensíveis do corpo humano. Com isso, os números de problemas gastrointestinais aumentaram significativamente, como a gastrite. Consequentemente, muitas pessoas procuram saber se café causa gastrite.

Antes de qualquer coisa, é importante explicar o que é essa patologia e quais são os principais sintomas. A gastrite é uma doença, portanto, deve ser diagnosticada por um médico. Sendo assim, nada de buscar receitas mirabolantes no Google ou encarar litros de chás indicados pelo WhatsApp, tudo bem?

Em resumo, a gastrite é uma inflamação na mucosa do estômago. Isso gera aquela dor chata, acompanhada da queimação e da azia. Como a doença é silenciosa e acionada por diversos fatores, recomenda-se que as pessoas diagnosticadas evitem alguns alimentos em excesso, por exemplo, condimentos, ketchup, muito sal, bebidas alcoólicas e café.

Tomar café faz mal?

Afinal, café faz mal para o estômago? Primeiro, é essencial que todas as prescrições médicas sejam seguidas à risca. Então, procure um médico especialista e siga o tratamento de forma orientada.

Para a maioria das pessoas com gastrite, indica-se que o consumo seja feito com muita moderação. Isso ocorre pois, no café, há uma substância chamada xantina, que pode potencializar a produção de ácidos no estômago, desenvolvendo gastrite.

Segundo especialistas, não existe uma pesquisa oficial que ateste que café causa gastrite, mas a cafeína pode, sim, irritar o estômago. Assim, no caso das pessoas que sofrem com a doença, o consumo de café pode agravar os sintomas.

Contraindicações do café?

café causa gastrite

Todavia, a indicação de que é bom evitar tomar café com o estômago vazio não está totalmente errada, principalmente para quem já tem incômodos gastrointestinais. Portanto, para saber se café causa gastrite, conheça seu corpo e fique atento aos sinais.

Contudo, não pense você que somente o café causa gastrite e a eliminação da bebida vai acabar com todos os seus problemas. Até porque, existem vários fatores relacionados à doença, que ocorre pela bactéria Helicobacter pylori, além de questões emocionais e estresse.

Porém, é certo que o exagero no café pode acentuar as dores. Desse modo, é essencial que o consumo seja feito com moderação. Enfim, quem tem gastrite pode tomar café descafeinado, mas o ideal é que a bebida não seja consumida com frequência durante o tratamento, bem como drinks alcoólicos, chocolates e quaisquer outros alimentos vetados pela equipe médica.

Cuidado com o corpo e moderação

Na maioria dos casos, sim, o café faz mal para gastrite. Entretanto, para conviver bem com a doença, é necessária uma série de adequações alimentares, além do cuidado com a saúde mental. Por sinal, essas mudanças são obrigatórias para quem sofre com esse problema.

Então, se você quer amenizar as dores intensas no estômago, a grande regra é evitar os grãos com torra escura. Esses cafés comercializados pela indústria tradicional costumam ser queimados com a finalidade de esconder os possíveis defeitos da bebida.

As reações no estômago podem ser inúmeras, o que explica muito a relação de café e gastrite. Desse modo, para evitar o surgimento e a gravidade dessa doença, a recomendação é selecionar os cafés de torra média e os grãos 100% arábica, que contêm menor quantidade de cafeína.

Dessa forma, o café faz mal ao estômago quando a pessoa consome a opção tradicional vendida no mercado. Já que, no café especial, os grãos não são queimados, nem há intenção de esconder defeitos da bebida, visto que o objetivo primário é apresentar a qualidade e a potência do produto.

Amenize as dores de estômago com café especial

Assim, aqueles que têm predisposição à gastrite podem optar pelo consumo do café especial, bem como pela moderação da ingestão da bebida. Também é necessário que haja equilíbrio alimentar e mental, ou seja, cuidado pleno de todo o corpo.

Sendo assim, os grãos especiais e 100% arábicas podem ser uma solução para quem sofre com dores no estômago. Porém, em tempos de crise, o ideal é que o consumo não seja superior a três xícaras.

O açúcar também pode acentuar as dores. Por isso, o mais adequado é que o consumo da bebida seja feito sem esse ingrediente. Aliás, esse é outro ponto de auxílio ao controle de muitas doenças, como a própria gastrite, a diabetes e os problemas cardiovasculares.

Café sem açúcar ou aditivos

O café especial vem adoçado direto do pé e apresenta notas sensoriais distintas, como doce de marmelo, chocolate, frutas, entre outras. É importante deixar claro que não há aditivo no café especial, ou seja, a bebida tem sabores que vêm direto da natureza.

Por sinal, os aspectos sensoriais são potencializados devido ao trabalho do produtor na lavoura. Nesse sentido, ele pode escolher uma linha específica de fermentação, secagem e outros parâmetros que auxiliam em todos os detalhes da bebida.