Desde 1953 • Cafés SuperEspeciais

Villa Sarchi: o amor por Costa Rica

Falar de Costa Rica no universo cafeeiro é analogia à café de alto padrão. E isso não é exagero. Trata-se de uma tradição consolidada ao longo dos anos e iniciada por volta do século 18. Acredita-se, aliás, que esse começo surgiu pelas mãos de missionários que espalharam sementes pela Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e América Central. Foi a disseminação natural de um grão que se tornou a bebida mais popular do mundo.

Com a variedade Villa Sarchi, o processo de raízes com o solo ocorreu naturalmente na Costa Rica (até pela boa adaptação à altitude e aos fortes ventos), na cidadezinha de Sarchi, ainda na década de 1950. Foi uma mutação de Bourbon, que atualmente também pode ser encontrada em Honduras.

Os traços dos cafés Caturra e Pacas são bem observados na planta, que é menor ao ser comparada à grande maioria. A doçura é uma das principais marcas desse café, que se apresenta ainda com acidez muito controlada e marcas intensas de frutas.Apesar de ser um amante dos picos mais altos, o Villa Sarchi também produz em locais mais baixos. Contudo, gosta mesmo é da moradia de “dentro de casa” – até por isso toda essa ligação com a Costa Rica.